Comitês de Investimento: Deveres e Responsabilidades

À medida que os patrocinadores do plano de aposentadoria sofrem um crescente escrutínio regulatório por suas responsabilidades fiduciárias na administração dos ativos do plano, os comitês de investimento estão desempenhando um papel mais proeminente no processo de tomada de decisões de investimento. Embora o Employee Retirement Income Security Act de 1974 (ERISA) não exija, o estabelecimento de um comitê de investimento é considerado uma estratégia sólida de gerenciamento de risco para patrocinadores de planos que devem arcar com a maior parte do passivo fiduciário. Ao estabelecer um comitê de investimento, os patrocinadores do plano são mais capazes de manter o foco nas questões vitais que afetam os participantes do plano.

Estabelecimento de um Comitê de Investimentos

O patrocinador do plano estabelece um comitê de investimento elaborando uma carta detalhando como os membros do comitê são selecionados. A carta deve indicar o objetivo do comitê, que é estabelecer um processo formal para gerenciar a estratégia de investimento do plano. Também estabelece as funções e responsabilidades dos membros e os requisitos para manter a associação. O regulamento pode designar quais membros do comitê são membros votantes que assumem responsabilidades fiduciárias e quais não são membros votantes que não são considerados fiduciários.

Funções e Responsabilidades dos Membros do Comitê

Adquirir Conhecimento Necessário: Os membros do comitê precisam se instruir sobre os regulamentos da ERISA e suas obrigações fiduciárias. Os membros devem ter uma firme compreensão dos procedimentos descritos no documento do plano para gerenciar os ativos do plano, incluindo a estratégia de investimento do plano. Os membros não precisam necessariamente de um fundo de investimento, mas devem estar comprometidos em aprender o que precisam saber para tomar decisões informadas. É responsabilidade dos membros do comitê acompanhar as mudanças nos regulamentos da ERISA e nas decisões legais que afetam a administração do plano.

Desenvolver uma declaração de política de investimento: Crie uma declaração de política de investimento (IPS) para incluir uma filosofia de investimento e uma estratégia de investimento. Procedimentos de due diligence para seleção e monitoramento de opções de investimento devem ser bem articulados. O IPS deve incluir benchmarks para medir o desempenho do plano. Também deve incluir um processo de seleção e avaliação de gerentes de investimento, juntamente com critérios de avaliação e procedimentos para substituí-los. O IPS deve ser revisado anualmente para considerar quaisquer inconsistências no gerenciamento do plano.

Avaliar o desempenho do investimento: compare o desempenho do plano com os benchmarks no IPS. Procure alterações na equipe de gerenciamento de investimentos, estilo de investimento, taxas ou despesas e ativos sob gerenciamento (AUM) para determinar se todos ainda estão consistentes com o objetivo e os parâmetros de investimento do plano.

Revisão Financeira: As operações financeiras do plano devem ser revisadas, no mínimo, anualmente, com um relatório preparado para a diretoria da empresa.

Realizar reuniões regulares: A maioria dessas responsabilidades e funções são realizadas nas reuniões do comitê de investimento, que devem ser realizadas de duas a quatro vezes por ano. Todos os dados relevantes, incluindo o relatório do consultor do plano, devem ser fornecidos, juntamente com uma agenda, aos membros do comitê antes da reunião.

Documentar tudo: Uma das principais responsabilidades do comitê de investimento é demonstrar que um processo prudente está em vigor e seguido para a tomada de decisões. Isso é feito através de documentação detalhada das atividades da reunião e de quaisquer decisões tomadas. O comitê deve incluir um arquivo de auditoria fiduciária que inclua toda a documentação relacionada ao investimento.

Aceite a Responsabilidade: Todas essas responsabilidades e deveres devem ser reconhecidos e aceitos por cada membro do comitê. Os membros do comitê devem estar cientes de que a ignorância ou má comunicação não podem absolvê-los de qualquer obrigação fiduciária, e as regras e regulamentos da ERISA estão em vigor para proteger os participantes do plano, não os membros do comitê ou o patrocinador do plano. A responsabilidade final do patrocinador do plano e do comitê de investimento é proteger os interesses dos participantes do plano, o que pode ser realizado criando o melhor plano possível e administrando-o pelos mais altos padrões fiduciários.

Loading...